Revisão - Parte 10 - O acúmulo contínuo e o estágio de competitividade

By | março 10, 2019 Leave a Comment


Não há como lembrar o conteúdo imenso do concurso tendo contato uma única vez. A música não seria lembrada se só fosse tocada uma única vez. Como já disse, saímos do esquecimento quase que total no primeiro contato para esquecimentos cada vez menores, parciais e não significativos. Um bom exemplo é a Lei n.º 9985, que trata das Unidades de Conservação. Na leitura da DOUTRINA (resumindo o material), absorvi apenas que EXISTE uma lei sobre o tema, a qual não se confunde com o CÓDIGO FLORESTAL, de modo que a base legal das UC’s era bem diferente da base das APPs (que estão no Cod. Florestal). Na primeira revisão, esta memória mais básica (insuficiente para obter boa pontuação em ambiental) foi reativada e já passei ao próximo degrau: existem UC’s de proteção integral e UC’s de uso sustentável (o que já me garantia um filtro melhor). Na segunda revisão, com memórias novamente reativadas, consegui assimilar alguns detalhes das subespécies de UC’s. E assim por diante.


Com o tempo, uma grande “novidade” passa a ser uma obviedade, o que resulta do fenômeno do ACÚMULO CONTÍNUO. Muitas vezes o mero erro de uma questão no concurso não é suficiente para fazer ilações, pois o resultado é binário: ou se acerta ou não se acerta. Não se mede a evolução. Analisando qualitativamente, porém, é possível perceber quando uma pessoa está batendo na trave, faltando pouco para melhorar a precisão e alcançar o nível do degrau cobrado naquela questão. Errar uma questão de UC por não saber um detalhe específico sobre a Reserva Biológica é BEM DIFERENTE de errar a mesma questão por não saber que UC é diferente de APP.

Não tenho como maximizar minha experiência, mas consegui ver um nível que se manteve mais ou menos estável só a partir da TERCEIRA REVISÃO. Depois disso, o desafio não era tanto crescer, mas sim manter a acumulação alcançada, por meio de sucessivas revisões. Muitos chamam isso de “base”. Sempre, porém, continuei crescendo, pois o acúmulo contínuo permite vislumbrar detalhes antes não vistos e desenvolver novos links. A matéria vai ficando mais dominada e entrelaçada. E as revisões começam a ganhar mais velocidade.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comments: