Sem dúvida, a prova oral, de todas as fases, é a mais mística e distante dos estudantes. À exceção de provas orais para Delegado, de fácil a...

Sem dúvida, a prova oral, de todas as fases, é a mais mística e distante dos estudantes. À exceção de provas orais para Delegado, de fácil acesso no YouTube, as outras carreiras, infelizmente, não disponibilizam os vídeos das arguições ou, quando disponibilizam, vedam a sua reprodução. A única prova oral das 4 que fiz que está disponível para mim é a que coloquei abaixo (MPF). 

Em 2020 e 2021, duas instituições romperam com a tradição e foram as primeiras e únicas a transmitir ao vivo e on-line as arguições (MPMG e TJMT) e, com a autorização dos dois alunos (que ficaram em 1º na prova oral), disponibilizo os vídeos abaixo. É uma oportunidade única de conhecer melhor a prova oral! 

Em comum, perceberão que há a preocupação em não apenas acertar a questão, mas também em se diferenciar entre os que acertam (com desenvolvimento denso, fluído e organizado); quando ocorre o erro ou a imprecisão, ainda assim se luta para desenvolver, passando a seguinte mensagem para a banca: "embora tenha me equivocado pontualmente, sustento posições razoáveis e tenho sólida  leitura do tema". É claro que a extensão do desenvolvimento envolve diversas variáveis, como a postura do examinador (se mais passivo, que permite falar, ou hostil, que interrompe mais) e o domínio do conteúdo. Por exemplo, na prova oral do MPMG e do TJMT, os dois alunos falaram o temido "não me recordo" em certo momento (no MPMG, quando indagado sobre as diretrizes previstas no Estatuto da Pessoa com Deficiência; no TJMT, quando exigida a outra corrente sobre a lavagem de capitais), mas não se limitaram a ele: desenvolveram o raciocínio

Sempre recordo que há algumas pessoas que obtêm notas ruins; um grande número com notas semelhantes; e um pequeno número que se diferencia. Os primeiros, em geral, têm: (i) relativa sorte no ponto indagado (afinal, há nítida diferença, em termos de precisão, entre enfrentar perguntas sobre a Parceria Público-Privada e enfrentar questionamentos sobre os princípios do art. 37, caput, da CF); (ii) um bom equilíbrio emocional diante de cenário de grande pressão, no qual o nervosismo é inevitável; (iii) e uma boa retórica de improviso (tanto a capacidade de verbalizar rapidamente raciocínios curtos sob pressão quanto a capacidade, quando o examinador e o espaço permitirem, de dissertar livremente sobre certo tema). 

MINHA PROVA ORAL NO MPF (1º LUGAR - 2018) - A prova oral do MPF é uma das mais peculiares em razão do conteúdo e do formato da prova. No 29 CPR, foram 10 examinadores para 11 bancas, cada qual com o "poder de veto", pois é necessário alcançar 50% dos pontos em cada uma delas. O tempo de arguição com cada examinador varia, mas fica em torno de 20 a 30 minutos, de modo que a prova dura, em horas líquidas, cerca de 3 horas. Além disso, o sorteio do ponto do edital, que é bem extenso, é feito na hora. Não bastasse isso, os examinadores são referências nos respectivos assuntos, como, por exemplo, a Deborah Duprat em Constitucional, Douglas Fischer em Processo Penal, Sérgio Arenhart em Processo Civil e o Ministro do STJ, Gurgel de Faria, em Tributário. Disponibilizo aqui vários trechos da minha prova oral no MPF, concurso em que tive a enorme felicidade de conseguir a maior nota na arguição.



VÍDEO COMPLETO DA PROVA ORAL DO 1° COLOCADO NA ORAL DO MPMG (RODRIGO MAYER - 2020) E ANÁLISE DE 6 DIFERENCIAIS




VÍDEO COMPLETO DO 1° COLOCADO NA PROVA ORAL DE JUIZ DO TJMT (DANILO ELIAS PEREIRA, EMPATADO COM DOIS CANDIDATOS - 2021)



11 comentários:

  1. Excelente! Oratória irretocável!

    ResponderExcluir
  2. Que que é isso?
    Existe alguém melhor?
    Excelente!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Belo domínio da língua portuguesa e jurídica. Faz bom uso da máxima "informação é poder". Com o raciocínio ágil, também fala rápido; não dá tempo de o examinador encontrar algum erro. hehe Notei isso tb na discursiva de constitucional (ainda que na forma escrita). Impressionante.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom Júlio, como sempre uma oratória sensacional.
    Elder Sena.

    ResponderExcluir
  5. O mestre além de boa oratória têm memória fotográfica. Uau!

    ResponderExcluir
  6. É impressionante! Grande inspiração.

    Obrigado Júlio!

    ResponderExcluir
  7. Diz aí os livros onde foram coletados tais dados...Espetacular!

    ResponderExcluir
  8. Velocidades no raciocínio e na fala...o que representa domínio verdadeiro sobre o tempo

    ResponderExcluir
  9. Quanta sabedoria!!!! As respostas são tão precisas e pontuais....Show. Obrigada por compartilhar tamanha Vitória.

    ResponderExcluir